3 destinos com ilhas e praias paradisíacas

Top Atlântico / Publicado a

Gostos há muitos, mas por norma ninguém fica indiferente à possibilidade de umas férias numa praia paradisiaca. Que tal ir até uma ilha remota para desfrutar da tranquilidade merecida?

Viajar pode ser uma forma de se libertar das rotinas para viver outras sensações. Há quem opte por uma escapadinha cá dentro com direito a pernoitar num palácio, ou até mesmo lá fora, por cidades europeias, e depois há quem se sinta realmente vivo a desfrutar de umas grandes férias nas melhores praias no mundo. Se tenciona viajar até destinos com praias paradisíacas, inspire-se no nosso Top 3.

1.Aruba, a ilha feliz

Para quem adora fazer praia e sempre sonhou conhecer as Caraíbas, Aruba é um destino simplesmente imperdível. Esta ilha tropical tem praias incríveis para se bronzear, descansar ou mergulhar, um parque nacional para explorar, inúmeras atividades para fazer a dois ou com toda a família, restaurantes e bares para animar as noites. O local ideal para ser romântico, partir à aventura, treinar golfe ou até mesmo divertir-se num festival de música.

2.Seychelles, as ilhas das tartarugas centenárias

Considerado um dos destinos preferidos para uma lua-de-mel junto ao mar, o arquipélago das Seychelles oferece uma infinidade de ilhas (cerca de 115). É na ilha de Praslin que encontrará a famosa Anse Lazio, uma das melhores praias no mundo onde recomendamos mesmo que vá. Areias brancas, palmeiras à beira-mar, águas mornas, tartarugas centenárias que nos deslumbram com a sua “eternidade”, passeios de caiaque ou de veleiro. Com tantas atrações, Seychelles revela-se um destino que faz homenagem ao mar.

3.Zanzibar, a ilha azul-turquesa

Zanzibar, na maravilhosa Tanzânia, é um verdadeiro paraíso em tons azul-turquesa e um dos destinos recomendados para visitar em 2019.   Situado no Oceano Índico, beneficia de águas mornas e translúcidas que parecem refletir as cores do céu, além de savanas e reservas naturais. Um cenário cheio de contrastes que culmina com a hospitalidade e autenticidade das gentes locais, ou não fosse a terra onde se canta a original Hakuna Matata! Uma ode à vida e às viagens com destino a ilhas e praias paradisíacas.