Destinos / Lifestyle

5 Destinos Ecológicos para se encantar

Share this post

O mundo está a mudar e o turismo também. Diversos destinos estão a adotar práticas sustentáveis tornando-se, assim, “países-exemplo”, cada vez mais procurados por turistas.

Neste artigo damos a conhecer cinco desses lugares. Preparados?

Eslovénia, a pérola verde da Europa

Com as suas vilas encantadas extremamente bem preservadas e vastas colinas verdes, a Eslovénia é um exemplo de bem cuidar. Mais de um décimo da sua paisagem verde – picos alpinos, florestas, vinhedos e partes de costa, junto ao Adriático – encontra-se formalmente protegida.

Já Liubliana, a capital da Eslovénia, é apontada há anos como uma das cidades mais ecológicas do mundo, devido à sua enorme área verde, à qualidade da água, com imensas fontes espalhadas pela cidade, ao transporte, com um forte plano de mobilidade sustentável, e até a forma como as atividades desportivas na cidade estão ligadas à natureza, como é o caso do stand-up paddle à boleia do rio Ljubljanica.

Palau, uma promessa de mudança

Este arquipélago do Pacífico com mais de 500 ilhas é um paraíso em risco devido à subida do nível do mar.

Mas ameaças também trazem oportunidades. E foi exatamente isso que, em 2017, Palau procurou fazer. Desde então, tornou obrigatório a assinatura de uma promessa ecológica a todos os visitantes que entrassem no seu país. Este foi um gesto único, sendo mesmo o primeiro destino a ter este tipo de medida implementada. Tudo em nome da preservação da terra, do mar, das suas casas e de um local maravilhoso como poucos no mundo.

Costa Rica, o guardião da biodiversidade

“Pura vida”, eis um dos lemas costa-riquenhos que se pode ler em diversos cartazes e escutar na fala dos locais.

Uma “pura vida” que está espelhada nos diversos parques e reservas protegidas que perfazem mais de um quarto do país e que funcionam como proteção contra a exploração madeireira. Assim, não é de surpreender que três áreas de conservação do país sejam Património da UNESCO.

Malawi, onde a hospitalidade é quem mais ordena

Ao contrário de outros destinos turísticos em África que se localizam junto à costa, como a Tanzânia ou Moçambique, o Malawi é um pequeno país sem costa e também um dos mais pobres do mundo.

Contudo, é feito de pessoas que se sabem reinventar, sendo o turismo uma das maiores fontes de rendimento do país. O melhor de tudo é que aqui o dinheiro que o viajante irá despender nas suas férias fica efetivamente investido na economia local.

Além disso, a rede rodoviária também é bastante eficiente face aos países vizinhos, o que faz com que não necessite de se mover de avião.

Butão, um mundo como nenhum outro

Acabamos da melhor forma: com o único país do mundo com uma pegada de carbono negativa.

No último reino budista, no extremo leste do Himalaia, o turismo é encarado de uma forma especial. Aqui a expressão “menos é mais” é tomada com seriedade. A entrada neste reino é altamente regulamentada e não é barata.

No entanto, tudo valerá a pena ao entrar no encantado Butão e começar a desfrutar das florestas verde-esmeralda, vales glaciais, ar puro e uma comunidade que recebe os visitantes como poucos. Um verdadeiro paraíso.

Quer saber mais sobre destinos sustentáveis? Quem sabe fazer planos para a sua próxima viagem? Então marque já o seu atendimento, por videochamada ou telefone, e fale com um consultor de viagens no conforto do seu lar!

Até lá não deixe de conhecer os 8 gestos simples para viajar de forma mais sustentável.

Artigos relacionados