Destinos / Viagens Baratas

Aldeias Históricas – um monumento nacional (parte II)

Share this post

Portugal é uma verdadeira caixinha de surpresas e um dos países mais bonitos do mundo. Quanto a factos não há argumentos. E o que dizer do lado mais genuíno e tradicional do país? É exatamente isso que lhe trazemos. Na primeira parte do artigo já identificámos as 6 Aldeias Históricas de Portugal localizadas mais a norte da região beirã.

Hoje partilhamos consigo as restantes. Preparado para esta bonita viagem?

7 – Belmonte

Belmonte é uma vila medieval que contém em si muita História. Para além de ter sido o berço de Pedro Álvares Cabral– e ficar invariavelmente ligada aos Descobrimentos Marítimos Portugueses -, condensa também em si um enorme património judaico, visto ter sido casa da última comunidade Cripto-Judaica (judeus que praticavam sua fé e costumes em segredo) da Península Ibérica.

Alguns dos locais que não pode perder são: o Castelo de Belmonte, Antigos Paços de Concelho, o Pelourinho, Museu Judaico e a Sinagoga Beit Eliahu.

8 – Sortelha

Localizada num monte com cerca de 760 metros de altitude, Sortelha é considerada uma das aldeias portuguesas mais bonitas e bem conservadas de Portugal. Percorra as suas ruas e vielas e deixe-se envolver pelo silêncio que abunda neste local.

Visite a famosa Cabeça da Velha, o ex-libris da aldeia, o Pelourinho e o imponente Castelo de Sortelha, mandado construir por D. Sancho I.

9 – Piódão

Piódão é, possivelmente, a aldeia mais conhecida de todas e uma das mais encantadoras. Localizada numa das encostas da Serra do Açor (concelho de Arganil), é conhecida como a “Aldeia Presépio” devido à iluminação que se vê quando se avista a aldeia ao anoitecer. Uma vista panorâmica que não pode perder!

Passeie pelo meio do casario, com uma construção marcadamente de xisto e lousa, e não deixe de visitar a Igreja de Nossa Senhora da Conceição (uma das poucas construções com paredes brancas), a Praia Fluvial, e, se ainda tiver tempo, faça um dos percursos pedestres sugeridos.

10 – Castelo Novo

Castelo Novo, situada na bonita Serra da Gardunha e porta de entrada para o Fundão, é a aldeia perfeita para quem gosta de História. Com um passado muito rico, esta aldeia foi passando de mão em mão (Muçulmanos, Ordem dos Templários, Ordem de Cristo e D. Manuel I).

Deambular por este lugarejo e conhecer cada recanto é a nossa sugestão, mas não deixe mesmo de ver o Antigo Paços do Concelho, a Torre do Relógio, o Castelo, a Lagariça e o Cabeço da Forca.

11 – Monsanto

Ainda não chegou à aldeia e na estrada que percorre já consegue avistar ao fundo o aglomerado de casas que se entrelaçou com a natureza granítica das rochas onde criou raízes. Monsanto arrebata corações com os seus lugares secretos e com as vistas sobre as magníficas planícies beirãs. Uma curiosidade? Foi considerada durante o Estado Novo como a “Aldeia mais Portuguesa” de Portugal.

Aqui deve ficar pelo menos 2 horas para percorrer cada rua e poder ficar um bom tempo a desfrutar das paisagens fantásticas que por lá se avistam. Para esse efeito, não perca o Penedo do Pé Calvo e a subida ao Castelo.

12 – Idanha-a-Velha

Idanha-a-Velha parece um verdadeiro museu ao ar livre. Em tempos idos, foi sede de várias civilizações (romanos, visigóticos, muçulmanos, árabes, cristãos) e mantida debaixo de olhos pelos reis portugueses dada a sua importância estratégica. Nos dias de hoje conserva nas suas imediações um dos patrimónios arqueológicos mais importantes do país. Aqui fez-se História.

A aldeia é pequena, mas não a subestime pois há muito para ver. Visite a Sé Catedral, a Torre dos Templários, as Portas Romanas, o Pelourinho, deambule pelas estações arqueológicas e absorva a tranquilidade que por lá se vive.

E, assim, chegamos ao fim da nossa viagem pelas Aldeias Históricas de Portugal. Não perca tempo e comece já a fazer os preparativos para uma escapadinha a estes locais maravilhosos. Não se vai arrepender!

Marcar viagem nas aldeias históricas

Artigos relacionados