Destinos / Viagens Baratas

Carnaval na mítica Veneza

Share this post

Já aqui partilhámos algumas sugestões sobre os melhores locais onde passar o Carnaval, de Andorra ao Rio de Janeiro, passando obviamente por Portugal. Como seria de esperar, este tema não faria sentido sem mencionarmos o famoso Carnevale di Venezia.

Carnaval é sinónimo de festa e dias de autêntica folia, mas na mítica Veneza torna-se ainda mais especial pelo cenário peculiar desta cidade italiana. Formada por 117 pequenas ilhas separadas por canais e ligadas por pontes, dentro da cidade circula-se a pé ou na água, através dos vaporettos, dos lancha-táxis, dos barcos particulares e, claro, das gôndolas para uma experiência mais romântica.

Além de ser uma das maiores celebrações a nível mundial, o Carnaval de Veneza é também dos mais antigos e tradicionais, com a música e os teatros de rua a espalhar animação por toda a cidade, as fabulosas máscaras e fantasias excêntricas, os bailes de gala e os desfiles em barcos alegóricos nos canais.

Foto: Site oficial Carnevale di Vinezia 2018

Porque as tradições fazem realmente parte deste evento, todos os anos a cerimónia abre com o “Voo do Anjo”, seguido de cortejos como a “Festa das Marias” e muito mais que poderá descobrir aqui.

Entre o Carnaval e a possibilidade de estar numa cidade única, deixe-se levar pela vontade de palmilhar as ruas e vielas que levam à descoberta da autêntica cultura veneziana. Vai decerto encontrar mercados, lojas, restaurantes e bancas de rua que convidam a uma pausa, uma fotografia, uma conversa, um momento para recordar.

Porém, Veneza é também a conhecida Praça de São Marcos de onde se avista o Grande Canal, o maior canal da cidade, a Basílica de São Marcos, o Palácio Ducal, a Torre do Relógio, entre outros monumentos. Por ser o lugar mais baixo da cidade fica inundado sempre que a maré sobe, embora seja um fenómeno tão natural de acontecer que rapidamente são erguidas passadeiras de madeira por onde é possível circular, suscitando a curiosidade de qualquer visitante.

O Palácio Ducal ou Palácio do Doge, localizado na Praça de São Marcos e considerado um símbolo da arquitectura gótica, começou por ser um castelo e chegou a ser usado como fortaleza e prisão. Atualmente, é possível conhecer todo o seu património, incluindo uma das celas de chumbo onde chegou a estar preso o famoso Giacomo Casanova.

E por falar em prisioneiros, sugerimos uma passagem de gôndola pela Ponte dos Suspiros, que faz a ligação entre o Palácio Ducal e “Prigioni Nuove”, o primeiro edifício do mundo construído para ser uma prisão. Consta que no percurso para as celas, os presos vislumbravam aqui a cidade uma última vez enquanto soltavam um suspiro. Entretanto criou-se a lenda de que os casais apaixonados devem passar debaixo desta ponte durante um pôr-do-sol e beijar-se para que o seu amor seja “eterno”.

Ainda ao lado do Palácio Ducal, encontrará a Basílica de São Marcos, a mais famosa das igrejas venezianas e uma verdadeira obra-prima da arte bizantina, com o Campanário de São Marcos onde é possível subir para ter acesso a uma magnífica vista.

De grandes monumentos e pontes é desenhado o postal de Veneza, onde destacamos a Ponte Rialto que atravessa o famoso Grande Canal. Além de ser a mais antiga, esta ponte em arco tem vista para vários palácios e proporciona um passeio bastante animado por entre as inúmeras lojas e restaurantes na zona. Uma excelente oportunidade para saborear a comida italiana e o bom vinho com o qual poderá brindar ao sucesso desta viagem ao centro de Veneza.

QUERO IR

 

 

Artigos relacionados