Destinos / Viagens Baratas

City break – Marrakech

Share this post

Entre o Oceano Atlântico e o Mar Mediterrâneo, Marrocos destaca-se pelos seus desertos, zonas montanhas, praias de areia dourada e cidades repletas de atrações ideais para uma escapadinha , mais ainda quando fica a menos de 5 horas de Lisboa.

Entre o clima agradável e a forma hospitaleira como somos recebidos na cidade de Marrakech, a mais famosa das cidades marroquinas, partilhamos aqui algumas visitas imprescindíveis num city break.

Explorar a praça central Jemaa El Fna

Classificada como Património Mundial da Humanidade pela UNESCO, a praça Jemaa El Fna inclui o maior mercado tradicional da região, onde o ar é “invadido” pelos sabores e cheiros intensos provenientes dos restaurantes e a venda de artesanato marroquino é negociada até ao último Dirham (a moeda oficial) nos vários souks ou mini-mercados existentes em redor.

Assim que surge o pôr-do-sol, Jemaa El Fna enche-se de um brilho especial graças à iluminação das bancas.

Ali mesmo, ao ar livre, tem a possibilidade de saborear diversas especialidades da gastronomia árabe, enquanto assiste aos espetáculos de rua com muita música, dançarinos, acrobatas, domadores de macacos, contadores de histórias e encantadores de serpentes.

Apreciar a Medina de Koutoubia

O acesso à Medina de Koutoubia é feito precisamente a sudoeste da praça Jemaa El Fna. Com cerca de 77 metros de altura, diz-se que o seu minarete de onde ecoam as cinco chamadas diárias para oração, é o símbolo mais visível da cidade. Embora possa ver vista do exterior, a sua entrada é permitida apenas a muçulmanos.

Passear no Jardin Majorelle

Mesmo no centro de Marrakech, o Jardin Majorelle é uma espécie de “pérola no deserto”. Desenhado pelo pintor francês Majorelle na década de 30, foi depois em 1980 recuperado pelo estilista Yves Saint Laurent, tornando-se um jardim botânico com um hectare dotado de vários espaços verdes, um café, uma loja, uma livraria e um terraço com vista para a cidade. Vai adorar o passeio!

Impressionar-se com o Palácio el Badi

Atualmente em ruínas, o Palácio el Badi não deixa de ser um monumento impressionante com o seu pátio central, cinco tanques ou espelhos d’água, quatro jardins com pomares de laranjeiras e uma passagem subterrânea, entre outros pormenores. Construído em 1578, acabaria por ficar ao abandono após ter sido desabitado, mas merece uma visita.

Conhecer os Saadian Tombs

Construídos no século XVI e redescobertos no início do século XX, os Saadian Tombs integram os túmulos de 66 membros da dinastia Sádida, composta pelo sultão Ahmad El Mansour e a sua família.

Ao todo, são 3 salas decoradas com belíssimos azulejos, colunas esculpidas e ainda um jardim exterior com os túmulos dos guardas e servos. Um belo exemplo de arte islâmica.

Visitar a Madraça Ben Youssef

Reconstruída no século XVI por encomenda do sultão Abdallah al-Ghalib, a Madraça Ben Youssef é a maior madraça (escola superior muçulmana especializada em estudos religiosos) de Marrocos. O madraçal tem assim 130 quartos e espaço para albergar cerca de 900 estudantes. Embora tenha encerrado nos anos 60, hoje está aberta ao público para visitas.

Espreitar o Palácio da Bahia

Outra obra de referência em Marrakech é o Palácio da Bahia, construído no final do século XIX. Entre os 150 quartos, os pátios internos e os jardins, vale a pena espreitar este edifício histórico.

Percorrer o deserto de dromedário

Viajar pelo deserto do Sahara em cima de um dromedário é, sem dúvida, uma experiência única na vida e inesquecível, mas não se esqueça de usar vestuário leve em camadas, protetor solar e óculos de sol, para se proteger do calor intenso que se faz sentir no deserto.

Já se imaginou a saborear um típico chá de menta marroquino por baixo de uma tenda em pleno deserto?

Mergulhar nas cascatas de Ouzoud

Do deserto passamos para as cascatas de Ouzoud, na região montanhosa do Alto Atlas e a 4.167 metros de altitude. Embora estejam a cerca de 200 km de Marrakech, recomendamos vivamente.

Descontrair no Cyber Park Arsat Moulay Abdeslam

Por último, e porque Marrackech também tem um lado verdejante, apresentamos-lhe o Cyber Park Arsat Moulay Abdeslam. Um parque incrível repleto de áreas verdes e com algumas exposições para ver, apreciar e descontrair.

FAZER UM CITY BREAK EM MARRAKECH

Artigos relacionados