Destinos

Fazer esqui é nos Alpes suíços

Share this post

Assim que o inverno chega e a neve começa a cair em algumas partes do nosso país, da Europa e do mundo, é inevitável sentirmos aquela vontade que temos desde miúdos em ir para o meio da neve e brincar.

Para quem quiser variar o ambiente da nossa Serra da Estrela, já sugerimos Andorra como um destino ideal para as férias de Carnaval, e porque é sem dúvida uma das opções mais acessíveis, além da Serra Nevada e Baqueira-Beret. Um pouco mais longe, mas dentro da Europa, existem os Alpes e Pirinéus franceses com as estâncias Chamonix e Val D’Isère, Innsbruck na Áustria, Madonna Di Campiglio e Cervinia no norte de Itália.

São muitas as opções de viagens que podem ser feitas para chegar às melhores estâncias e pistas, mas hoje destacamos aquele que foi considerado o número um da lista de destinos mais deslumbrantes de esqui, pelo National Geographic. Bem-vindo a Zermatt, na Suiça.

Situada em Valais já na fronteira com Itália e em particular no sopé de Matterhorn, a famosa montanha dos Alpes, encontra-se Zermatt. Um dos melhores lugares do mundo para a prática de esqui nos 360 quilómetros de pistas distribuídas por Gornergrat-Stockhorn, Sunnegga-Rothorn e Matterhorn, o paraíso glaciar que torna o cenário em redor num magnífico postal que desejamos visitar e explorar. Só por curiosidade, a montanha Matterhorn é também o símbolo usado nos chocolates suiços da marca Toblerone.

Para quem ainda é iniciante no esqui, as pistas do Wolli Park no lago Leisee em Sunnegga revelam-se uma experiência inesquecível para todas as idades. Nas proximidades desta zona existem inúmeros restaurantes, jogos e atividades lúdicas, além de um Kids Club a pensar nos mais pequenos.

Para quem preferir o snowboard, pode melhorar as habilidades no Snowpark Zermatt, onde os vencedores olímpicos costumam treinar. É claro que existe muito mais para fazer em Zermatt além do esqui e do snowboard, como parapente, trekking, hiking, alpinismo, montanhismo e escalada, ou até mesmo biking. Recomendamos ainda um passeio até à região italiana de Breuil-Cervinia no teleférico Matterhorn Glacier Paradise, o mais alto dos Alpes.

Na cidade, onde apenas são permitidos carros elétricos, vai encontrar um ambiente que combina a cultura suiça com as casas pitorescas de madeira, bons restaurantes, lojas e comércio na Bahnhofstrasse, a rua principal de Zermatt, além do Matterhorn Museum, entre outras atrações que poderá descobrir pessoalmente.

Tudo isto sempre acompanhado pelas magníficas paisagens embebidas no ar puro que se respira nos Alpes suiços. Sente-se inspirado para esta aventura? Comece já a organizar a viagem.

QUERO IR AOS ALPES

Artigos relacionados