Islândia em qualquer estação do ano!

Mariana Soares / Publicado a
A Islândia tem para oferecer a todos os curiosos grandes motivos para a visitar em qualquer estação do ano. Terra de fogo, gelo e onde a natureza está no seu esplendor, mesmo que faça mais frio do que em Portugal todo o ano, a boa notícia é que em qualquer estação há muito boas razões para visitar e concerteza não o irá desiludir. A posição geográfica da Islândia não influência apenas o clima mas também as horas de luz do dia que poderá esperar, o que se torna fator decisivo na hora de avistar auroras boreais, por exemplo. O charme do clima, a paisagem (desde vales, montanhas, cascatas até a vulcões) e a autenticidade deste país tornam as suas férias numa experiência de sonho. Não acredita? Ora veja! Quase toda a Islândia se localiza a sul do Ártico e, portanto, é possível avistar o verdadeiro “Sol da Meia-Noite” onde as noites são mais claras (de maio a agosto) em todo o país. Já imaginou viver num país onde no verão o sol nunca se põe totalmente e durante a noite ainda faz dia? Não se preocupe, todos os alojamentos estão preparados com isolamento de luz para estas noites iluminadas. É absolutamente incrível! A Islândia é, para além do destino mais seguro do mundo segundo o (Institute for Economics & Peace), o destino que não desilude em qualquer altura do ano. Não acredita? Conheça o que torna este país tão genuíno em qualquer estação:

Uma boa opção faça chuva faça sol…

De março a maio Na altura da Primavera é a hora do despertar da Islândia. A neve começa a derreter lentamente, os dias começam a ficar mais claros e o sol começa a perder a timidez, permitindo que as flores comecem a florescer com predominância no açafrão e lírios da Páscoa. É nesta estação que as aves migratórias aparecem na Islândia, tais como os famosos papagaios-do-mar ou a tarambola dourada, se avistar algum destes pássaros a Primavera veio para ficar! O clima de primavera em Reykjavik pode ser qualquer coisa de fascinante: desde neve, granizo e chuva, até dias bastante ensolarados. E ainda há alguma probabilidade de encontrar as luzes do norte, mais conhecidas por Auroras Boreais. De junho a agosto A esta época podemos apelidar de “horário nobre” no que toca a visitar a Islândia. É uma das estações do ano que cria mais movimento no país e onde poderá aproveitar ao máximo o famoso “Sol da Meia-Noite” – aqueles longos dias com 21 horas de duração em que nunca escurece, para ver o máximo que puder das paisagens únicas da Islândia e desfrutar de atividades ao ar livre. Uma das práticas preferidas dos visitantes é trekking até porque a Islândia tem uma vasta oferta para umas belas caminhadas, como por exemplo: o isolado Hornstrandir, o Skaftafell National Park, com os seus esplendidos prados de verão, o Landmannalauger – para os fãs de fontes de águas termais quentes. Mais perto de Reykjavík, pode descobrir escombros de lava plantados na Península de Reykjanes. É também a época alta para observar baleias, embora possa fazê-lo em qualquer época do ano, não perca a oportunidade de as ver com maior facilidade. Se for amante de fotografia e gostar de registar espetáculo de cores, o pôr do sol entra em transformação e até ao nascer do sol as cores são intensas e inebriantes, uma verdadeira “golden hour”. De setembro a novembro Embora as temperaturas realmente desçam em setembro e os dias fiquem mais curtos, o outono traz cores delicadas e de tirar o fôlego para onde quer que vá na Islândia. Em outubro, a neve começa a aparecer e a cobrir as encostas do país de branco misturada com cores outonais do musgo e da lava. Apesar de algumas das atividades que são o best off no verão começarem a encerrar pelas razões óbvias, é hora de dar lugar às atividades típicas de outono, a observação da aurora boreal. E se ver a aurora boreal é uma prioridade, estes são os melhores meses. Poderá ainda assistir ao réttir, o popular ajuntamento de ovelhas islandesas que anualmente mobilizam milhares de curiosos até ao país. Se for à Islândia no outono, não deixe de visitar o Parque Nacional Thingvellir e verá do cimo do parque uma combinação perfeita de folhas de outono com neve e musgo. E ainda, aqui é o único sitio no Mundo onde pode ver e estar na placa tectónica que separa a Europa da América. De Dezembro a Fevereiro De dezembro a fevereiro, a Islândia mostra todo o seu esplendor de gelo e frio. Durante os meses de inverno, poderá avistar baleias ao largo da Península de Snæfellsnes, na costa oeste, e de meados de dezembro a março, em Grundarfjördur é mais provável o avistamento de orcas. Entre janeiro e fevereiro acontece uma celebração de inverno importante que, na sua história original, homenageava o deus do tempo, a esta celebração dá-se o nome de Porrablót. Aqui as gentes locais fazem festas em que as estrelas são as iguarias tradicionais como svið e hákarl. O inverno é também uma ótima desculpa para se aconchegar dentro de um alojamento confortável com uma boa chávena de chocolate quente ou banhar-se numa das muitas piscinas quentes ou fontes termais da Islândia, que para além de o aquecer têm benefícios para a sua saúde.

O charme do clima Islandês…

Uma verdade tem que ser dita sobre o clima na Islândia: é assumidamente imprevisível. No verão, poderá ter grandes hipóteses de experimentar dias mais claros e ensolarados e as temperaturas podem chegar aos 17°C, contudo o bom tempo na Islândia é muitas vezes intercalado com períodos de chuva e neblina. O clima de inverno é, nada mais nada menos, do que gélido e escuro, com temperaturas entre os 7/8°C. A luz do dia é limitada a algumas horas, em dezembro o nascer do sol é tão breve que por voltas das 13h já se consegue ver o sol a esconder-se atrás do horizonte.

Não deixe que as baixas temperaturas do inverno da Islândia o impeçam de uma boa experiência, imagine-se a relaxar na famosa “Lagoa Azul” de água escaldante com neve como pano de fundo.

Não importa em que época do ano queira ou possa fazer a sua viagem à Islândia, terá certamente uma experiência única explorando este maravilhoso país em qualquer estação do ano. Marque a sua viagem com antecedência e com toda a ajuda da Top Atlântico.