Destinos

Vá a Buenos Aires, onde a primavera começa em setembro

Share this post

Para quem adora viajar na altura da primavera, sem temperaturas altas e a confusão da época alta, saiba que pode fazê-lo a partir deste mês. Afinal, em Buenos Aires a estação das flores inicia-se a 21 de setembro e só termina a 20 de dezembro.

O que fazer em Buenos Aires na primavera?

Capital da República Argentina e banhada pelo Río de la Plata, um dos mais largos do mundo, Buenos Aires é uma cidade cosmopolita cheia de encantos onde poderá passar uns dias bem preenchidos e animados. Anote algumas das principais atrações.

Praças

Pela tipologia da cidade e principalmente pelo clima agradável que se faz sentir na primavera, as praças são dos locais mais procurados para descontrair, passear, contemplar os monumentos em redor e apreciar as vistas enquanto saboreia um magnífico sorvete portenho.

Comecemos então pela Praça de Maio, a mais antiga da cidade, adornada com elegantes edifícios do século XIX e considerada o epicentro da história e política do país.

Segue-se a Praça San Martín, outra das mais antigas e conhecidas praças que convida a um passeio e visita a monumentos históricos.

No coração do sofisticado bairro Palermo Soho, descubra a Praça Serrano. Local de grande diversidade artística, desde lojas de designers de moda, galerias de arte e inúmeros restaurantes e bares.

Noutro bairro, mais precisamente de San Telmo, a Praça Dorrego revela-se o ponto de encontro dos moradores, mas também dos turistas que procuram conhecer o lado mais genuíno das gentes.

Parques e Jardins

Se há local preferido dos portenhos, podemos afirmar que serão os parques e espaços verdes, mais ainda na primavera quando se revestem de cores vivas e intensas. Uma excelente alternativa aos passeios pelas ruas e bairros da cidade, para explorar a pé ou de bicicleta.

Bosques de Palermo é, na verdade, um conjunto de parques localizado no centro da cidade e composto por 400 hectares de uma paisagem verdejante. Tem três lagos, várias zonas para caminhar, descontrair e fazer piqueniques românticos.

Nas imediações, poderá visitar o Parque Rosedal com mais de 18.000 rosas e o encantador Jardim Japonês.

Porque viajar é conhecer as culturas de outros países, mas é também poder divertir-se, nada como descobrir mais de 60 atrações no Parque de la Costa.

Monumentos

Ir a Buenos Aires sem conhecer alguns dos principais monumentos não faria sentido. Tido como o monumento histórico nacional, representativo da cidade e inaugurado na comemoração dos 100 anos da cidade, o Obelisco é de visita obrigatória.

A Puente de la Mujer, com os seus 170 metros de comprimento e acesso a peões, possibilita um passeio com direito a vistas sobre a cidade.

O Palácio Barolo é o mais alto da cidade e apresenta uma arquitetura com a mistura de estilos. A imagem fala por si.

Uma das imagens mais conhecidas dos guias turísticos e que recomendamos conhecer pessoalmente, é a Floraris Generica. Uma escultura de aço com cerca de 18 toneladas e 23 metros de altura, em forma de flor.

Museus

Em Buenos Aires, são muitas as opções no que diz respeito a museus e oferta cultural. Só para enumerarmos alguns, eis as nossas sugestões: Museu Malba (arte latino-americana), Museu Nacional de Belas Artes, Museu de Arte Moderna de Buenos Aires (MAMBA) e Fundación Proa.

Dança

Ir à Argentina sem dançar o tango é como ir a Roma e não ver o Papa. Esta famosa dança, que é uma ode à sensualidade, pode ser praticada nas milongas, uma espécie de bar típico onde se aprende a dançar e a exercitar os passos, enquanto desfruta de uma noite animada.

Alinhe nesta tradição e tenha uma viagem inesquecível.

 

CELEBRAR A PRIMAVERA EM BUENOS AIRES

Artigos relacionados