Destinos / Experiências

Wild Atlantic Way: a Irlanda como nunca a viu

Share this post

Nesta viagem rumamos a norte, onde a força do Atântico moldou falésias, encostas rochosas e também o espírito resistente e alegre de um povo.

Falamos da Irlanda, mais precisamente da Wild Atlantic Way. Para quem nunca ouviu falar, a Wild Atlantic Way é uma das estradas mais espantosas que existe, seguindo junto à costa irlandesa por cerca de 2500 quilómetros e guiando-nos na descoberta de um país tão mágico quanto genuíno. O percurso foi oficializado em 2014 e desde então tem crescido em popularidade.

São vários os locais fantásticos que esta rota percorre e neste artigo iremos mencionar alguns dos mais espetaculares.

Achill Island e as suas fantásticas praias

Começamos com um dos mais belos troços desta viagem. Aqui altas montanhas encontram lagos majestosos e uma zona belíssima de costa que guarda algumas das praias mais bonitas, como esta – a de Keem Bay.

É impossível não ficar impressionado com os tons da natureza que marcam a paisagem. Um verdadeiro caribe do Norte!

Pela costa de Connemara e a Abadia de Kylemore

O litoral de Connemara guarda lindas baías de desenho recortado. Conhecê-las ao volante é uma sensação de liberdade e de comunhão com a natureza indescritível. Durante este caminho não deixe de explorar a cidade costeira de Clifden, que, apesar de só ter 2.500 habitantes, conta com uma oferta variada de entretenimento e história.

No entanto, não podíamos sair de Connemara sem dar um pulinho até este lago mágico pontuado pela imponente Abadia de Kylemore. A abadia foi fundada por freiras que fugiram da Bélgica durante a Primeira Grande Guerra.

Galway, a multicultural e musical cidade irlandesa

À exceção de Dublin, as cidades irlandesas não são muito grandes. Galway é exemplo disso. No entanto, o ambiente vibrante, festivo e artístico que aqui se vive é de uma autêntica cidade urbana europeia. A música está presente um pouco por todo o lado, com vários músicos de rua a mostrar os seus dotes e pubs recheados de música ao vivo todos os dias.

Cliffs of Moher, a natureza no seu apogeu

Este é sem dúvida o local mais visitado da Wild Atlantic Way e a razão está no dramatismo da paisagem que é fruto da localização incrível em que se insere, bem como da grande altura que estes penhascos atingem (cerca de 214 metros). É inacreditável.

Temos apenas um conselho: caso tenha possibilidade, procure evitar visitar este local em dias de muito vento, pode tornar-se instável e mais desagradável para quem tem medo de alturas.

A sempre charmosa Península de Dingle

Este é um dos troços mais populares da Wild Atlantic Way. Para tal contribuíram dois importantes atrativos: a gastronomia e a natureza.

Na pequena cidade de Dingle tem restaurantes e pubs de qualidade que todos os dias são abastecidos de peixe e marisco fresco que chega em dezenas de barcos de pesca. Os queijos e os gelados são outras das delícias da região, elaborados especificamente com o leite das vacas do condado de Kerry.

De barriga cheia, parta em viagem e faça a rota de Slea Head, percorrendo falésias junto à costa e deixando-se deslumbrar por algumas das melhores vistas do país.

Parque Nacional Killarney, uma Reserva Mundial da Biosfera

Bem-vindo ao mais antigo parque natural da República da Irlanda e com a maior extensão de floresta nativa. Killarney é mágico e indicado para todos aqueles que gostam de caminhadas ao ar livre e de avistar diferentes espécies animais, como águias e veados. Com 10 mil hectares, aqui vai encontrar florestas, quedas de águas, casas senhoriais, jardins exuberantes e um fantástico miradouro chamado Ladies View.

Ring of Kerry, o anel mais precioso desta Estrada

De todo o percurso, esta é provavelmente a parte mais popular da Wild Atlatic Way. As panorâmicas são absolutamente fantásticas, os tons da natureza deslumbrantes e a vontade de parar a cada minuto para mais uma fotografia uma constante.

No total são cerca de 180km de asfalto e muita natureza.

E assim, em grande, terminamos o artigo. Muitos locais ficaram por desvendar, mas essa é também a surpresa das verdadeiras road trips – ser surpreendido a cada curva. Aventure-se numa Irlanda sempre mágica!

ver oportunidades na irlanda

Artigos relacionados