Experiências

Fazer voluntariado enquanto vai de férias. Porque não?

Share this post

Viajar para um país culturalmente distante pode ter um profundo impacto no viajante e na sua visão do mundo. É uma excelente oportunidade para assimilar novas ideias, formas de comunicar ou tradições. No entanto, viajar não tem que ser uma relação unilateral – ou seja, uma relação em que o país oferece e o viajante ganha.

Ao fazer voluntariado numa viagem ao estrangeiro está a garantir que todos – viajantes e comunidade em causa – ganham (e muito). Esta é uma das experiências mais memoráveis que pode ter na sua vida.

Alguns conselhos iniciais

  • Se for fazer voluntariado com crianças peça para ver a política de proteção infantil de forma a garantir que as crianças não estão a ser exploradas;
  • Faça uma pesquisa detalhada sobre a instituição ou associação que está a promover o programa de voluntariado. Essa pesquisa irá mostrar se existe alguma controvérsia associada;
  • Evite aceitar trabalhos de voluntariado que possam estar a retirar trabalho pago à comunidade local. Lembre-se: o voluntariado deve ser para ajudar a comunidade e não o contrário (exemplo: ensinar novas tecnologias, inglês, etc).
  • Se for fazer voluntariado num santuário de animais peça para ver o manual de bem-estar animal dessa mesma associação.
  • Nunca faça voluntariado num orfanato. 80% das crianças que estão em orfanatos têm pais, sendo que algumas delas são retiradas aos progenitores para que os ditos orfanatos possam lucrar com o turismo.

Expedições da Biosfera, Arménia

Prepare-se para uma experiência que alia aventura e maravilhosas surpresas selvagens. Esta organização dedica-se à pesquisa sobre a vida selvagem e à sua preservação. Inclusivamente já ajudou a estabelecer uma proibição de caça a lobos nas montanhas dos Cárpatos e influenciou a criação de vários parques nacionais.

Uma ótima forma de conhecer um outro lado dos Balcãs enquanto ajuda a preservar o que de mais bonito esta região tem.

Orbis Expeditions, Malawi

A fundadora da Orbis Expeditions, Kate Webb, teve a ideia de criar esta instituição depois de se deparar com a falta de apoio dado aos pequenos e médios negócios no Malawi. Os viajantes-voluntários vão assim ter a oportunidade de partilhar os seus conhecimentos relacionados com empreendedorismo, negócios ou marketing (existe uma pré-seleção inicial). Além da recompensa emocional de ajudar a mudar a vida de alguém, os voluntários têm incluído passeios à Montanha Mulanje, uma estadia numa plantação de chá e um retiro numa ilha do Malawi.

Parece um plano fantástico, não concorda?

Seed, Madagascar

Madagáscar é efetivamente um local especial. A título de curiosidade, 80% da fauna e flora deste país não pode ser encontrada em mais nenhuma parte do mundo. No entanto, devido à agricultura intensa de queima e corte, grande parte da floresta foi destruída e é exatamente aí que a ajuda de todos é bem vinda. Através da instituição de desenvolvimento sustentável Seed, os viajantes podem deixar a sua marca, apoiando projetos de saúde, conservação e educação.

Uma ótima forma de conhecer melhor este país belíssimo!

Se tem esta vontade de partir à viagem de uma forma diferente, comece a delinear um plano de voluntariado. É uma experiência que não pode deixar na gaveta. Imagine só as histórias que vai ter para contar e relembrar…

Precisa de ajuda? Nós ajudamos a programar uma experiência de voluntariado de acordo com os seus gostos e talentos.

FALE CONNOSCO E FAÇA UM PROGRAMA DE VOLUNTARIADO

Artigos relacionados