Volta ao Mundo por Pedro Guerra – Parte II – Dias 16 a 21 – Turquia 🇹🇷 Istambul 🕌 Cappadocia 🎈

Pedro Guerra / Publicado a
Parte II Dois dias e já na rota do aeroporto outra vez. Calma, o voo é doméstico. “Isso significa que vais continuar na Turquia?” Confirmou retoricamente o meu pai. Exacto! Ele é uma das 6 pessoas que têm a (suposta) rota completa da terceira volta ao mundo e que, obviamente, não podem brincar às advinhas dos países. 😏 Assumo que o fascínio pelo número de bandeiras conquistadas mexe com o ego de qualquer viajante que se preze. Com o meu também. Sendo verdade que chegarei aos 100 países brevemente, não é menos verdade que estou ainda muito longe do meu amigo e primeiro português a visitar todos os países do mundo, Nuno Lobito. Na verdade, mais do que visitar todos os países do globo, o que me galvaniza verdadeiramente são determinadas experiências que alguns têm para oferecer. Não visito países. Procuro experiências. Vivências! As mais remotas. Diferenciadoras. Inigualáveis. Arrebatadoras e todos os outros adjectivos sinônimos. Foi isso que me fez voar de Istambul para Kayseri. Uma cidade bem no meio das montanhas do interior da Turquia. Foi isso que me fez alugar um carro e percorrer mais de 160km de estrada. Foi para levantar voo e ver o nascer do sol num balão de ar quente. Foi para o fazer no lugar onde deve ser feito, o mais marcante dos lugares. No lugar onde outras dezenas de balões se juntam no ar(chegam a ser mais de 100!!), colorindo-o de vários tons. Onde a geologia e a beleza fizeram um pacto especial à nascença. Onde a maioria das casas são esculpidas, literalmente esculpidas, no interior das rochas. Onde os vales são em tons de rosa. Onde os cavalos te conduzem por precipícios repletos de antepassados e história. Onde os céus acordam limpos em tons suaves e se põem com nuvens em castelo de tons saturados. Onde a simpatia dos locais irradia por gestos e palavras. Onde podes terminar o dia a jantar à mesa com eles, porque eles assim convidaram e exigiram. Onde os balões acordam impreterivelmente às 3 da manhã para realizarem sonhos. O meu, o teu. Literalmente. Diariamente e sem se cansarem. Que lugar é este? Cappadocia! 🎈🔥🇹🇷🌎😍 “Os balões são como os sonhos. Têm um grau de controlo muito reduzido. Se até posso controlar a altura, dificilmente controlarei a direcção.” Tradução livre de Marcus, o nosso piloto. 🙌🎈🔥 Balões que sobem. Memórias que ficam. Chega ao fim a primeira grande etapa desta terceira volta ao mundo. Nove países da Europa. Escrevi sobre todos. Sinto sempre que por mais que escreva, fica sempre tanto por contar. Espero que a minha memória conserve o que ficou por escrever, por muito e bons anos. Não sei bem o que acontecerá a seguir, mas estes nove… estes nove já ninguém me tira!! Dei por mim a pensar nas aventuras que vivi nestes 9 países europeus. Dei por mim a pensar como as distribuiria por ordem de impacto. Decidi partilhar com vocês: 1- Islândia 🇮🇸 2- Turquia 🇹🇷 3- Lituânia 🇱🇹 4- Hungria 🇭🇺 5- Dinamarca 🇩🇰 6- Polónia 🇵🇱 7- Estónia 🇪🇪 8- Letónia 🇱🇻 9- Finlândia 🇫🇮 …atenção que não comparo países. Comparo experiências. A minha. E vocês? Para aqueles que vão para além das fotos, e sei que muitos o fazem, qual foi a crónica que mais gostaram? 🤜🏻🤛🏻 O próximo destino é disruptivo. Contrastante. Muda o continente. Pode ser A de Ásia? África? América? Mudam os cenários. As cores. O clima. Algures entre a fronteira de dois países reside um dos meus locais de culto. É de natureza que falamos. Imponente. Descaradamente imponente. Palpites? #voltaaomundo3 #Dinamarca #Islândia #Finlândia #Estónia #Letónia #Lituânia #Polónia #Hungria #Turquia