Experiências

Uma viagem pelas florestas portuguesas menos exploradas

Share this post

Portugal é uma caixinha de surpresas e tem sempre alguma coisa nova para nos mostrar quando menos esperamos. Para além das praias paradisíacas e das aldeias-monumento escondidas nos cantinhos mais inusitados, há uma outra faceta que permanece por explorar: o seu lado mais verde! Entre serras, florestas, bosques, parques naturais e matas, mais de 35% do território nacional está coberto de natureza em estado puro.

Hoje trazemos-lhes alguns dos locais menos conhecidos, mas que valem mesmo a pena serem visitados!

Mata Nacional do Camarido, Caminha

Nunca um cognome foi tão bem atribuído como a D. Dinis. Responsável por mandar construir diversos pinhais/matas, esta, claro, não foi exceção. Situada junto à Foz do Rio Minho e às praias da cidade, é um local espetacular para passear e para relaxar. Considerado pelos locais como um dos melhores refúgios, este bosque à beira mar plantado é digno de uma visita feita com calma.

No meio da mata irá encontrar a Capela da Nossa Senhora do Bom Sucesso (ou das Areias, como também é conhecida), construída como símbolo da vitória portuguesa contra o exército francês. Aqui vai caminhar por caminhos florestais super tranquilos, mas também ter vistas magníficas para a pequena ilha onde se situa o Forte da Ínsua.

Mata Nacional do Buçaco, Luso

Acredita em bosques encantados? Se não acredita, tem mesmo que visitar este! A Mata Nacional do Buçaco é um paraíso à espera de ser descoberto por si. Situada no centro de Portugal, junto ao Luso e à Mealhada, a Mata do Buçaco foi edificada pela Ordem dos Carmelitas Descalços, no século XVII, e conserva um misticismo muito singular que nos faz viajar no tempo.

Passeie pela Floresta da Relíquia, uma área de 15% da Mata completamente intocada e que conserva as suas características mais primitivas. É exatamente igual aquelas que vemos nos filmes, densa, silenciosa e em estado puro. Percorra também o Vale dos Fetos, um dos locais mais bonitos de todo o bosque. É uma experiência de sonho!

Mata Nacional do Choupal, Coimbra

Podendo passar despercebida quando se visita Coimbra, a Mata Nacional do Choupal é um local de muita beleza e de que nos demonstra que a necessidade aguça o engenho: os choupos foram plantados para minimizar os estragos causados pelas cheias do rio Mondego.

O tempo passou, as árvores multiplicaram-se dezenas de vezes, e hoje somos presenteados com um dos locais mais serenos da cidade. Não é incomum encontrar pessoas a praticar desporto, passear os cães ou a fazer um piquenique em família. Este é mais um grande encanto da eterna cidade dos estudantes!

Mata dos Medos, Costa da Caparica

Mandada construir pelo rei D. João V, o Pinhal do Rei, mais conhecido por Mata dos Medos, é um daqueles locais incríveis que temos ao lado de casa e que nos deixam boquiabertos. Integrada na Paisagem Protegida da Arriba Fóssil da Costa da Caparica e classificada, desde 1971, como Reserva Natural, esta floresta estende-se por cerca de 5 km, sempre com um pé em terra e outro no oceano.

As vistas sob as praias da Costa da Caparica e Fonte da Telha são magníficas. É um excelente programa para fazer em família ou até mesmo sozinho, existindo dois trilhos pedestres curtos que o levam a imiscuir-se no meio da natureza. E não tenha medo, porque de assustadora esta mata não tem nada. O seu nome deve-se única e exclusivamente aos montes de areia junto ao mar, que são normalmente designados por “medos” ou “medões”.

Mata Nacional da Machada, Barreiro

A Mata Nacional da Machada é o principal espaço florestal do concelho do Barreiro e surgiu da junção do antigo Pinhal de Vale de Zebro e da Quinta da Machada. Passear por aqui é ter o privilégio de sentir o aroma a natureza o caminho todo, visto que os pinheiros (manso e bravo) nos fazem companhia seja qual for o percurso que façamos.

Aqui pode encontrar o Centro de Educação Ambiental da Mata da Machada e Sapal do Coina, um espaço que pretende sensibilizar para a importância de protegermos o meio ambiente, e que pode ser um programa incrível para fazer com os filhos. Este é também um excelente local para fazer caminhadas, corridas, passeios de BTT e observação de aves.

Mata Nacional das Terras da Ordem, Castro Marim

Localizada na Serra do Caldeirão e com um passado ligado à Ordem de Cristo (de onde advém o seu nome), a Mata Nacional das Terras da Ordem deve constar em qualquer roteiro que pretenda conhecer o lado menos procurado do Algarve.

Aqui vai encontrar diversos percursos pedestres com passagem por algumas povoações e também por Odeleite, uma das aldeias históricas do Algarve. O passeio ora se faz com a companhia da Ribeira de Odeleite e da Foupana, que vão serpenteando ao longo de todo o caminho, ora completamente imersos no coração da Mata.

Com tantas opções para (re)descobrir, todos os fins-de-semana podem ser uma aventura. Aproveite o seu tempo livre para desvendar algumas das florestas de Portugal, especialmente agora que precisamos de continuar a manter a distância social. Desta forma pode continuar a viajar em segurança. Boa viagem!

ver promoções e descontos em portugal

Artigos relacionados