Viaje pela Europa à boleia do cinema

Top Atlântico / Atualizado a

O cinema leva-nos a locais nunca vistos, uma espécie de atalho mágico para os encantos que o mundo ainda tem por descobrir.

Em alturas de pandemia, esta é uma excelente opção para continuar a viajar e apontar ideias para as próximas aventuras pela Europa.

Meia-noite em Paris (Paris)

Meia-noite em Paris é uma verdadeira ode à “cidade das luzes”. Um dos sintomas de ver este filme é efetivamente provocar uma grande vontade de partir em viagem e deslumbrar-se com cada local por onde Gil Pender (Owen Wilson) vai passeando.

Falando um pouco da história (sem desvendar muito), Gil é um jovem escritor que vai de férias a Paris com a sua noiva. Um dia sai sozinho e conhece um grupo de pessoas, grupo esse formado pelos grandes nomes da literatura mundial. Com eles segue numa viagem rumo ao passado, numa experiência que lhe vai mudar a vida.

No caminho passamos por locais tão espetaculares como o Palácio de Versalhes, o Museu Rodin, a Pont Alexandre III, o Maxim’s de Paris, entre outros pontos emblemáticos da capital francesa.

Música no coração (Salzburgo)

Um clássico do cinema que tem como pano de fundo o charme da cidade austríaca de Salzburgo.

Maria (Julie Andrews) é a personagem principal deste musical. Ela vive num convento, no entanto não leva vocação religiosa, acabando sempre por se colocar em aventuras. Assim, acaba por ir trabalhar para a família Von Trapp, constituída pelo pai viúvo e os seus sete filhos. Esta tarefa não vai ser sempre fácil e Maria vai contar com alguns desafios, mas do seu lado tem a grande alegria que a caracteriza.

Devido ao sucesso do filme, a bonita cidade de Salzuburgo dispõe hoje em dia de tours inspiradas no filme, levando os turistas pelos locais originais das filmagens como a Praça da Residência, o convento Stift Nonnberg ou os Palácios de Leopoldskron e Frohnburg utilizados como residência da família no filme.

Mamma Mia (Skopelos, Grécia)

Aviso: ver este filme pode provocar uma extrema vontade de viajar sem data de regresso para as deslumbrantes ilhas gregas.

A história do filme é bem conhecida. Donna (Meryl Streep) é mãe solteira e dona de um hotel numa ilha grega. A filha de Donna está prestes a casar e então decide, às escondidas da mãe, enviar um convite a três homens diferentes, todos pertencentes ao passado da matriarca. A filha acredita que um destes homens poderá ser seu pai. Como é de concluir, o cenário está montado para uma grande (e emocionante) aventura.

E por falar em cenário… o que dizer de Skopelos, a ilha em que Mamma Mia foi gravado? O tom das águas impressiona o olhar, intercalando entre um azul mais escuro e uma totalidade azul-transparente encantadora. A abraçar este azul temos o verde rico da vegetação. É um pedaço de sonho que merece ser visto e revisto.

Férias em Roma (Roma)

Este clássico do cinema é um dos melhores cartões postais de Roma. Não é de admirar que por toda a cidade existam imensas referências ao filme, com posters e postais à venda, e mesmo tours inspiradas na longa-metragem.

Este foi o primeiro filme de Audrey Hepburn, onde esta protagoniza o papel de uma princesa que vai visitar Roma. No caminho conhece o jornalista (Gregory Peck). No início este vê na jovem princesa uma oportunidade de ter uma boa história para o jornal. Claro que as coisas acabam por mudar e os dois apaixonam-se.

Roma é o pano de fundo desta história tão divertida e cheia de aventuras. No filme irá passar por locais como a Piazza della Rotonda, o Panteão, o Castel Sant’Angelo e a Fontana di Trevi, entre muitos (e muitos) outros locais.

Por agora terminámos. No entanto, se por aí quiser continuar a viajar no sofá, veja as nossas sugestões de filmes sobe viagens e também de séries.

Seja como for, no sofá ou na estrada, mantenha a curiosidade desperta e um olhar atento às coisas maravilhosas que o mundo reserva.