Itália: 5 segredos que nunca lhe contaram

Mariana Soares / Atualizado a

Itália é um dos destinos mais cobiçados quando o assunto é viajar. Seja pela sua história e cultura milenar, pela diversidade cultural e pela oportunidade de saborear a sua rica herança gastronómica. É certo que em Itália encontramos atracções verdadeiramente imperdíveis para todos os gostos e o melhor é que algumas ainda continuam a ser quase secretas mas que valem a pena por si só uma viagem. Fique por aqui e conheça 5 segredos partilhados por um dos nossos editores de viagem que tem no passaporte incontáveis viagens a este destino.

Muitos já sabem que andar de gôndola em Veneza, visitar a Uffizi em Florença, o Vaticano na eterna Roma, ou comer pizza em Nápoles são experiências que todos devem realizar pelo menos uma vez na vida. Talvez até sejam daqueles mais curiosos, e, portanto, já leram sobre o romantismo de Verona (a cidade de Romeu e Juleita), os mosaicos de Ravenna, o verdejante da Toscana ou as casas coloridas de Portofino.

5 coisas imperdíveis em itália

Mas fique connosco porque vamos falar-lhe de experiências únicas que talvez nunca lhe tenham contado.

Coisas imperdíveis que nunca ninguém lhe contou que existiam…

1. Caçar trufas em Alba

5 coisas imperdíveis em itália

Chocolate, Vinho e Trufa, uma combinação perfeita, certo? Em Alba, cidade da região de Piedmonte (norte de Itália), encontrará tudo isto. É nesta cidade que poderá encontrar uma grande oferta de ‘Nutella’ e ‘Ferrero Rocher’ pois foi aqui que esta invenção (de génio) nasceu e onde tem a sua maior fábrica de produção.

Para além disto, esta é uma das melhores regiões vitivinícolas da Itália, onde encontramos os vinhos Barbarescos e Barolos.

E por fim, a famosa Trufa Branca de Alba, considerada uma das maiores e melhores trufas do mundo. A trufa é um tubérculo aromático que cresce debaixo do solo e que é muito cobiçado e usado na alta cozinha de todo o mundo. Todavia, este tubérculo não é fácil de cultivar e encontrar. Por isso, aqui é habitual a “caça à trufa”, com a ajuda de cães altamente treinados para que com o seu faro imbatível, detectem esta delícia debaixo da terra.

Anualmente, acontecem leilões onde são destacadas as maiores Trufas Brancas encontradas nesse ano. A maior trufa é apelidada de “Madonna”. Este é um dos alimentos mais caros e raros do mundo, uma vez que há registo de uma Trufa que foi adquirida por cerca de 500.000 dólares.

Ao visitar Alba, encontrará inúmeras lojas dedicadas a este ícone da cidade e da gastronomia. Apesar da “caça à trufa” não ser muito publicitada, pergunte numa das lojas se consegue assistir e até participar. Por um valor simpático, terá com certeza uma experiência única com o adicional de que pode trazer para casa algumas das trufas que encontrar.

2. Ficar num Borgo (Toscana) ou numa Masseria (Puglia)

Antes de tudo, alguma vez ouviu falar de “Borgo”? Na língua italiana significa Vila, e na sua essência, era precisamente isso que eram. Nos tempos da realeza e nobreza era comum construir em torno do castelo, casas para os trabalhadores e outros tantos edifícios assegurados todo o tipo de serviços: escolas, igrejas, lojas, entre outras. Contudo, com o passar dos anos, estes Borgos começaram a ficar desabitados.

Visionários começaram a olhar para estes complexos como uma oportunidade turística, transformando-as em hotéis de sonho: suites fantásticas no castelo, SPAs que outrora foram adegas e casas tradicionais que se transformaram em villas.

Há um Borgo que terá de ter em consideração: o Borgo Santo Pietro. É um verdadeiro ex-libris de requinte, romantismo e história plantado na Toscana, incluindo um restaurante de estrela Michelin. Poderá também conhecer outras opções como: Borgo Pignano, Borgo San Felice e Borgo San Luigi.

Entretanto, não pense que nos esquecemos de falar da “Masseria” referida no título.

Masseria tem precisamente o mesmo significado de Borgo. Ambos significam vilas. O que os diferenciam é a região de Itália: Na Toscana as vilas são Borgos e em Puglia chamam-se Masserias.

Desta forma, as Masserias são quintas com origem no século XVI, essencialmente com produção de azeite. Estas quintas eram fortificadas para proteger de possíveis furtos de azeite (já que naquela altura era um bem extremamente caro e precioso). Hoje em dia, estas quintas são elegantes hotéis boutique rodeados de olivais com um ar campestre incrível para o dolce fare niente.

3. Qualidade e vista no Restaurante Belforte em Vernazza

Agora para uma inesquecível experiência gastronómica num cenário de cortar a respiração.

Certamente já viu e ouviu falar das famosas vilas que formam as Cinque Terre. Numa destas muito procuradas e coloridas villas, Vernazza, encontramos um oásis escondido, o Restaurante Belforte, localizado precisamente na Torre de Pedra junto ao porto de Vernazza.

Para que possa aproveitar ao máximo, deixamos algumas dicas sobre o restaurante: faça reserva; se for em casal sugerimos que peça a ‘mesa do amor’ mais isolada; se for jantar em grupo, aconselhamos uma mesa na esplanada no terraço da torre. Ao contrário do resto da Itália, aqui poderá saborear bom peixe e marisco fresco, acompanhado de um vinho frisante fresco.

4. Jantar e beber um Aperol Spritz em Trastevere

5 coisas imperdíveis em itália

Falar de Roma, a cidade eterna, seria fácil! O Coliseu, a Fontana di Trevi, o Fórum ou até mesmo as ruínas que nos acompanham os passeios nas ruas. Mas quando o sol se começa a esconder há zonas nesta cidade que ganham outra vida. Como é o caso de Trastevere. Um bairro romano do outro lado do Rio Tibre, semelhante ao Bairro Alto em Lisboa pela sua autenticidade e vida.

Um arruinado bairro que se tornou num centro de charme e animação de Roma, onde os romanos terminam o seu dia, em conversas animadas com os seus amigos. Como se diz “em Roma, sê Romano”, por isso venha até Trastevere ao final do dia onde encontrará restaurantes, bares, esplanadas repletas de locais e viajantes a experimentarem a gastronomia, petiscos, vinhos e a beberem um Aperol Spritz, a brindar à vida.

5. Explorar o Lago Como (ou outro dos grandes lagos) num Alfa Romeu Spider 

5 coisas imperdíveis em itália

Em Itália, quando toca a veículos pensamos nas vespas nas ruas de Roma ou fazer uma roadtrip num fiat 500, na Costa Amalfitana. Mas quando falamos em explorar os lagos do norte de Itália, próximos de Milão, como o Lago Como, a combinação perfeita é andar na estrada num Alfa Romeu Spider. Se há carro para fazer esta viagem, é este. Todo ele combina com o cenário em redor, com as passagens por entre vilas cujo planeamento urbanístico foi feito a pensar em cavalos e não automóveis.

Por ser descapotável pode desfrutar dos raios de sol e da brisa leve duma tarde de fim de verão.  Sendo um carro clássico, dificilmente está disponível num rent-a-car tradicional, mas procure um apaixonado pelo restauro, manutenção e aluguer destas jóias do automobilismo transalpino. O Lago Como é uma das maravilhas a 1h30 de Milão, com as suas encantadoras villas e é também refugio de ricos e famosos como o actor George Clonney.

Deixamos um conselho: Dar uma volta completa ao Lago Como é difícil de realizar em apenas 1 dia, assim sendo sugerimos que vá até Bellagio onde poderá parar para almoçar, seguindo a travessia até à margem oposta de Ferry. Mesmo antes da chegada ao Lago Como, poderá parar em Cernobbio para deliciar-se com um saboroso gelado na Gelataria Sottozero.

Em resumo, Itália é um dos destinos imperdíveis do nosso mundo, por ser tão completo e encantador. É peculiar, histórica, elegante e cheia de recantos requintados para uma viagem romântica ou em busca das melhores paisagens e/ou da história mundial! Nós ajudamos com toda a preparação da sua viagem! É só pensar na data, locais a visitar e nós tratamos do resto.