Lifestyle

6 dicas para viajar sem stress com crianças

Share this post

Viajar com crianças, seja nas férias ou num fim de semana, para longe ou perto, cidade, campo ou praia, é sempre um desafio para os pais. Afinal, as viagens acontecem com um propósito e na maioria das vezes é para fugir das rotinas em busca de novas experiências e momentos em família, e já agora para ter um verão perfeito.

Para isso, nada como planear, antecipar e simplificar. Aqui ficam 6 dicas que podem ajudar e boa viagem, sem stress.

1.Planear a viagem

Todas as viagens começam por ser planeadas. É preciso fazer contas ao orçamento, escolher o destino, reservar alojamento ou até mesmo deslocações, caso seja necessário, listar locais a visitar e atividades pretendidas, mais ainda quando se trata de levar as crianças consigo e garantir que se divirtam.

2.Organizar o percurso

No percurso até ao destino escolhido, deve-se manter alguma organização durante a viagem. De carro, sugerimos que viaje dentro de um horário que permita pôr-se à estrada sem correrias e também no qual as crianças se sintam menos ativas para eventualmente adormecerem, mantendo acessível tudo o que precisa (água e comida – bolachas, fruta, toalhitas, muda de roupa, brinquedos) e, muito importante, fazer algumas paragens para o condutor descansar e a restante “tripulação” espairecer ou brincar, em particular as crianças que mais facilmente se fartam de estar fechadas durante tanto tempo.

De avião, aplica-se a regra de iniciar ou concretizar a viagem com tempo, num horário no qual seja possível conciliar as dormidas ou sestas das crianças e manter sempre por perto uma mala com comida para bebé, livros, blocos e lápis de colorir, brinquedos ou outras formas de entretenimento para os mais pequenos.

3.Motivar as crianças

Nem sempre os mais pequenos partilham do entusiasmo dos pais quando vão viajar para locais novos, pelo que se deve motivá-los. Sugerimos que partilhe o essencial dos planos desde o início, seja o destino, a forma de viajar, onde vão ficar, o que vão ver e fazer. O melhor será contextualizar as crianças sobre o “programa das festas” para ficarem mais tranquilas durante a viagem, e incluir atividades pensadas para elas.

4.Simplificar a bagagem

Este é o tema recorrente sempre que se fala de dicas sobre viagens e parece que nunca é demais relembrar o quanto é importante simplificar a bagagem. Ainda que seja grande a tentação de levar roupa a pensar em todos os cenários e imprevistos, a realidade é bem diferente e por vezes algumas peças nunca chegam a serem usadas. A ideia é pensar no mínimo de roupa que seja imprescindível para cada situação, confortável e de acordo com as temperaturas no destino, e ir comprando outros bens no destino. Fraldas, comida de bebé, roupas baratas para uma emergência, artigos de higiene ou de saúde, tudo isto pode ser encontrado em qualquer lugar.

5.Palavra de ordem: Relaxar

Por si só, o título pode parecer utópico para as famílias com bebés e crianças pequenas, pela necessidade de atenção mesmo durante as férias. Porém, se assumir uma postura descontraída durante esta altura, acabará por influenciar os seus filhos de forma positiva e deixá-los menos irritantes com as alterações das rotinas e mudança de ambiente. Não se espera que as birras desapareçam ou que não adoeçam, mas a forma de lidar com estas situações depende essencialmente de como os pais reagem e agem. Por isso, sempre que for necessário, respire fundo, resolva a situação, relaxe e desfrute da viagem.

6.Fazer um seguro de saúde

Por fim, todas as viagens estão sujeitas a imprevistos e mais ainda quando implica a presença de crianças. Manter-se atento é tão importante quanto estar preparado para lidar com situações mais exigentes relacionadas com a saúde. Se for para fora do país, pode e deve solicitar o Cartão Europeu de Seguro de Doença na Segurança Social para cada viajante, que lhe dará acesso a hospitais locais. Saiba mais aqui sobre as vantagens de fazer um seguro.

PRÓXIMO PASSO: ESCOLHER UM DESTINO

Artigos relacionados