Lifestyle / Voltas ao Mundo

Sushi – Uma viagem de sabores até ao Japão

Share this post

O Japão é uma mistura de cultura antiga com paisagens naturais requintadas e inovação. É quase como um destino edílico que existe no nosso imaginário. No Dia Internacional do Sushi, damos a conhecer mais sobre esta iguaria gastronómica japonesa, que tanto dá do Japão ao mundo, e muitos outros motivos pelos quais o Japão é um destino de sonho!

Quando pensamos em Japão, automaticamente, vem-nos à cabeça aqueles rolinhos coloridos compostos por peixe, arroz, algas, fruta e vegetais! Sim, o Sushi. Como quase todas as inteligentes e duradouras invenções da humanidade, o sushi foi criado quase que por um acaso, a partir de um problema que precisava ser resolvido o quanto antes: a conservação de peixe.

Mas afinal, como é que o Sushi apareceu?

Seguindo já algumas técnicas desenvolvidas no Sudeste Asiático, eram aproveitados os filetes do peixe cru onde eram colocados em sal e acondicionados em barris de madeira com camadas de arroz cozido entre eles. Devido à fermentação natural do arroz, dava-se a liberação de ácido láctico, o que azedava o peixe e garantia sua conservação por um longo tempo (1 a 3 anos). No entanto, este processo criava outro problema: o arroz ficava impróprio para consumo e apenas o peixe poderia ser aproveitado.

No Japão os principais alimentos são retirados do mar. Peixe, algas e frutos do mar estão presentes em quase todos os pratos da culinária japonesa. Com terras montanhosas e poucos habitantes locais com impossibilidades de cultivar, o arroz é a única cultura de alta produção possível.

Cozinhado basicamente com arroz, peixes e frutos do mar, o sushi tornou-se uma verdadeira moda em vários países do Ocidente, pelo seu sabor exótico e delicado e por ser apelidado no mundo como uma das comidas mais saudáveis.

Comer Sushi é uma dança de sabores e etiqueta

Niguirizushi, makizushi, futomaki, hosomaki, uramaki, temaki, inarizushi, gunkanzushi, oshizushi e muito mais, são algumas das milhares de variedades do Sushi, sendo estas as mais típicas. Se gosta de Sushi ou ficou com curiosidade, ir ao Japão sem experimentar o Sushi original não é a mesma coisa. Poderá encontrar sushi em todos os restaurantes, mas algo que nem toda a gente sabe é que a prática de comer sushi tem toda uma etiqueta que devemos respeitar. Conheça aqui o que deve fazer quando for comer sushi no Japão:

  1. Lave as suas mãos com o lenço Oshibori (uma toalha quente) e depois peça uma bebida;
  2. Por norma é oferecido pelo restaurante Chá verde (chamado de agari em restaurantes de sushi), é a melhor opção para acompanhar sushi;
  3. Peça um combinado de sushi com preço fixo ou peça os seus sushis favoritos, individualmente, conforme o que quiser experimentar e saborear;
  4. É sempre recomendável perguntar ao chef (sushiman/sushiwoman) qual a recomendação do dia;
  5. Se não pedir um combinado de sushi, é prudente pedir um ou outro tipo de sushi (aos poucos) do que pedir tudo de uma vez.
  6. Coloque um pouco de molho de soja no recepiente cedido pelo restaurante;
  7. Para comer sushi, é muito comum comer com as mãos no Japão, inclusive é considerado um gesto elegante e de satisfação, por isso não se acanhe! O hábito de comer Sushi com pauzinhos é algo mais Ocidental do que propriamente Oriental.
  8. Não peça ao sushiman/sushiwoman para trazer bebidas ou sua conta, eles estão dedicados apenas à arte de fazer sushi;
  9. É um gesto considerado simpático se oferecer uma bebida ao sushiman/sushiwoman, caso esteja a fazer um bom trabalho!

O Sushi é, sem dúvida, um dos cartões de visita do Japão para o mundo. Contudo, este país asiático não é feito apenas iguarias gastronómicas, existem muitos outros fatores que fazem do Japão um lugar tão autêntico.

A Cultura 

A Cultura Japonesa conta com tradições que parecem resistir ao tempo, e continuam a ser fomentadas pelos mais jovens que dão continuidade a esses costumes, tal como o Taiko. É impossível assistir a uma das apresentação e não ficar deslumbrado pelo espetáculo de sons que os tradicionais tambores proporcionam. O Taiko, está presente na cultura japonesa há mais de 1500 anos e continua a ser uma estrela nos festividades do país. Para além dos costumes, existem castelos, templos e santuários magníficos para visitar onde poderá perceber melhor a herança cultural deste país.

Paisagens únicas em qualquer altura do ano

O Japão é um destino para o ano todo, no entanto, a Primavera oferece um incrível festival de cores devido às flores de cerejeira, o chamado Sakura Matsuri.

No outono as temperaturas são amenas e agradáveis e os jardins são banhados por tons quentes.

Se gosta de um ambiente mais frio, o Japão no inverno foi feito especialmente para si. Lá pode aliar a neve com banhos em águas termais.

O verão neste país asiático traz muito calor e diversos festivais. Esta é a época perfeita para escalar o Monte Fuji e os Alpes Japoneses.

QUERO IR AO JAPÃO

Tóquio, a cidade que não dorme

Tóquio é geralmente a primeira e a última cidade a ser visitada por quem parte rumo ao Japão. Contudo, esta cidade merece muita mais atenção do que um paragem rápida. É uma destilação do de toda a essência que o Japão Cultural, Inovador, Tradicional e Cosmopolita em para oferecer.

Quando pensamos em Tóquio muito provavelmente vem-lhe à cabeça torres gigantes e muitas pessoas a atravessar estradas com as suas passadeiras cruzadas. Mas é uma cidade mais do que isso. Tanto poderá ver prédios de madeira como logo ao lado uma torre moderna ornamentada de vidro e aço. Os restaurantes de alta gastronomia vizinhos de restaurantes tradicionais que servem os mesmos pratos há gerações. de torres modernas forjadas em vidro e aço e restaurantes de alta gastronomia ao lado de restaurantes menores que servem os mesmos três pratos há gerações. Se for fascinado por gastronomia local, arte, desporto, arquitetura, vida noturna ou até mesmo moda, Tóquio é um melhor destino que não pode perder.

QUERO IR A TÓQUIO

A Inovação e Tecnologia

Juntando a uma rica tradição, o Japão é o grande gerador de muitas tecnologias, desde o carros hibridos , até ao famoso comboio de alta velocidade, dinheiro virtual, robots, entre muitas outras coisas. A melhor, mais barata e mais fácil maneira de experimentar o comboio de alta velocidade é comprar um Japan Rail Pass. A título de curiosidade, o Japão também possui, em média, a velocidade da Internet mais rápida do mundo. Talvez seja porque é geograficamente um país pequeno!

Mas muito mais há a dizer sobre o Japão. Por aqui pelo blog já o explorámos. Não perca aqui.

Ficou com vontade de viajar para o Japão? Não espere mais e marque já a sua viagem

QUERO IR AO JAPÃO

Artigos relacionados