Notícias

De olhos postos na Nazaré

Share this post

Das sete saias nazarenas às ondas grandes da Praia do Norte, a verdade é que nos dias de hoje a fama da Nazaré chegou ao mundo inteiro, muito graças ao “Canhão da Nazaré”.

Com maior influência no inverno, este fenómeno tem a capacidade de gerar ondas de proporções gigantescas que podem alcançar os 30 metros, ou mais.

Sempre que vemos as imagens das ondas gigantes captadas do Forte de São Miguel Arcanjo, mais conhecido por sítio da Nazaré junto ao farol, somos impactados pela força da natureza. Torna-se assim muito fácil de perceber o que atrai tantos surfistas destemidos, turistas curiosos e fotógrafos que anseiam por assistir à conquista da maior onda do mundo.

E foi precisamente isso que pode ter acontecido recentemente com o surfista português Hugo Vau quando surfou uma onda de 35 metros, chamada de “Big Mama”. Alguns dias depois, foi a vez da surfista brasileira Maya Gabeira “apanhar” uma onda de 24 metros, candidatando-se a ser a primeira surfista feminina a surfar uma onda gigante.

A serem confirmados, não só estes recordes entrarão no Guiness “destronando” o surfista Garrett McNamara, como serão a validação de momentos históricos que trarão ainda mais notoriedade a Nazaré – Entre a Terra e o Mar, uma vila na zona oeste que vale a pena conhecer.

Foto: C.M. Nazaré

Além de ser um destino de eleição para se observar ondas gigantes, Nazaré oferece um clima ameno, gentes hospitaleiras, ruas estreitas que dão vontade de explorar num passeio descontraído, restaurantes onde é servido peixe grelhado e marisco fresco, esplanadas com vista para o mar, miradouros com vista para toda a vila, praias com as típicas barracas de pano às riscas e tradições piscatórias que ainda se mantêm presentes. Inspirado para visitar a Nazaré?

QUERO SABER PREÇOS

Artigos relacionados