Viagens Baratas

Em busca de uma Paris Alternativa: 5 locais a não perder!

Share this post

Paris é um eterno clássico. Artística, elegante, dona de glamorosos cafés, boulevards de perder de vista e de uma oferta cultural e artística infindável.

Uma cidade assim é certamente um destino muito visitado por turistas de todo o mundo. Contudo, existe uma faceta mais alternativa de Paris que ainda permanece por explorar.

Portanto, se acha que já conhece Paris o suficiente continue a ler este artigo e surpreenda-se. Esta cidade tem muitos segredos por descobrir!

1 – La Coulée Verte, uma caminhada por uma antiga linha de metro

La Couléée Verte – em português, o Corredor Verde – é, como o nome deixa adivinhar, um longo caminho linear rodeado de árvores e plantas diversas. Ao longo de 4,5km poderá atravessar parte da capital francesa caminhando por uma antiga linha de metro. Este passeio muito sui generis oferece uma panorâmica privilegiada da cidade, pois poderá observar a arquitetura e movimentação da mesma do topo, bem como atravessar vários túneis ferroviários.

O percurso é pontuado por recantos encantadores com bonitas roseiras e até um lago, o que faz com que seja um local muito agradável para sentar um pouco, ler, conversar e recuperar energias para voltar à caminhada.

2 – Parc André Citroën e o seu mágico Balão de Paris

Comecemos pelo início, ou seja, pelo nome do parque. O nome deste local está relacionado com a sua história, isto porque antes de ser um parque era (imagine-se!) uma fábrica de automóveis.

Hoje, já sem automóveis, é o sitio ideal para relaxar e fazer as delícias de toda a família. O seu ex-libris é o Balão de Paris e é uma forma alternativa (e igualmente incrível) de observar a cidade das luzes, sem ter que ficar nas longas filas da Torre Eiffel.

Aqui irá subir até 150 metros e vale tanto pela vista como pela experiência de estar num balão.

3 – Belleville, o bairro multicultural e cheio de hype

Atualmente, Belleville é um dos bairros mais trendy e com uma vibe artística mais forte. Acontece que nem sempre foi assim.

Este local recebeu no séc. XX diversos imigrantes de todos os cantos do mundo. Se hoje isto é algo acarinhado e tomado como parte do ADN multicultural do bairro, anteriormente era visto com desconfiança.

Passado à parte, Belleville é sobretudo sinónimo de arte urbana e existem muitas tours organizadas que o levam numa descoberta pelas Rue Sainte-Marthe, pela famosa Rue Dénoyez ou ainda pela Rue de la Fontaine au Roi.

E porque nem só de arte vivem as pessoas, Belleville também é a casa de um excelente mercado, com produtos, cheiros e sabores de todo o globo.

4 – Les Grands Voisins, o local mais cool de Paris

Os Grandes Vizinhos (em português) é um projeto social que ganhou vida num hospital abandonado do séc. XVI, o Saint-Vincent de Paul. Neste espaço, uma espécie de vila-utópica, acontece mais ou menos de tudo. Tem bares, restaurantes, mercado de velharias, espaços agrícolas, um parque de campismo, galerias de arte, sendo desta forma um ponto de encontro para atividades compartilhadas.

Já o ambiente é completamente descontraído, inclusive bem disposto. Vale a pena conhecer e imiscuir-se na multidão.

5 – Piscina Joséphine Baker e um mergulho à beira do Sena

Esta piscina não deixa ninguém indiferente. Localizada sobre o Sena, convida a mergulhos e braçadas com vista para Paris. Nos meses mais quentes (Julho e Agosto) o teto da estrutura é aberto, oferecendo uma experiência fantástica a quem a visita.

Surpreendentemente esta é uma piscina municipal, fazendo parte da rede de cerca de 40 piscinas que a cidade francesa disponibiliza.

E assim nos despedimos desta Paris alternativa, mostrando lado B da cidade das luzes, sempre brilhante e igualmente encantadora.

ver promoções para Paris

Artigos relacionados

4 locais fantásticos a menos de 1 hora de Lisboa