Experiências / Viagens Baratas

City break – Amesterdão

Share this post

Sabia que Amesterdão tem cerca de 600 mil bicicletas a circular pelas ruas? Agora que já percebeu qual o melhor transporte para usar nesta cidade, vamos às restantes atrações para descobrir na sua próxima viagem à Holanda.

Há passeios de bicicleta, pontes e canais, museus, restaurantes, a vida noturna animada pelos bares com música ao vivo, mas também por música eletrónica de que os holandeses são fãs, e muito mais. Acima de tudo, em Amesterdão há um ambiente acolhedor que nos faz sentir bem-vindos.

BAIRROS

Comecemos pelos bairros atravessados por canais, onde somos convidados a parar para desfrutar da paisagem, das lojas, dos bares e dos restaurantes distribuídos por toda a cidade. Um exemplo é o Jordaan, um dos mais bonitos e conhecidos.

Embora tenha sido considerado um bairro da classe trabalhadora durante séculos, acabou por ser ocupado por artistas, estudantes e profissionais liberais, sendo hoje um bairro de referência. Localizado perto do centro, tranquilo e seguro, oferece uma grande variedade de cafés, lojas, restaurantes e bares, além da vista para os canais.

Aproveitamos para sugerir que explore a cidade num passeio de barco pelos principais canais: Prinsengracht, Herengracht, Keizersgracht e Singel.

Um dos bairros mais trendy em Amesterdão é o De Pijp, onde encontrará um ambiente tranquilo e aconchegante em cada rua. Ocupado atualmente por muitos jovens, acaba por ter um ritmo de vida bastante animado pelos cafés, restaurantes, lojas alternativas e galerias de arte.

Ainda neste bairro, ao longo da rua Albert Cuypstraat, existe o Albert Cuyp markt, o principal mercado de rua da cidade e o maior a céu aberto da Europa, onde se vende de tudo um pouco. Desde flores a roupa, antiguidades, comida, doces, fruta e muitos outros items disponíveis nas 260 barraquinhas.

Amesterdão tem ainda o único mercado flutuante de flores do mundo desde 1862, o Bloemenmarkt. A funcionar de segunda a sábado em barcos ancorados na margem do canal Singel, no centro da cidade, este mercado oferece uma tremenda variedade de flores frescas com cores vibrantes.

PRAÇAS

Se optar por andar mais a pé, então sugerimos que visite a praça Leidseplein com os seus restaurantes, bares, teatros, artistas de rua, cinemas e casinos. Depois existe a Praça Rembrandt em homenagem a este famoso pintor holandês, com comércio tradicional, restaurantes e, claro, muita vida e animação.

Outra praça igualmente conhecida e visitada em Amesterdão é a Dam, que recebeu as tropas de Napoleão na reconquista da cidade em 1808. Além disso, integra o museu Madame Tussauds.

MUSEUS

O Museu Van Gogh tem a maior coleção de quadros deste pintor holandês, e de outros do século XIX, onde dá a conhecer a vida e obra de Vicent Van Gogh.

O Museu Nacional ou Museu Rijks, é o maior museu de arte e história do país onde se encontra a história dos Países Baixos desde a Idade Média até ao século XX. A Casa de Anne Frank é um museu biográfico, ou seja, trata-se da casa que serviu de esconderijo onde a jovem judia permaneceu com a família durante a Segunda Guerra Mundial e escreveu o seu famoso diário.

Para quem é curioso em saber a origem da predominância da flor mais popular na Holanda, pode visitar o Museu das Túlipas.

COMIDA

Em Amesterdão, a quantidade de restaurantes é tão grande quanto a diversidade gastronómica. Embora tenham surgido muitos cafés, pastelarias e restaurantes com inspirações de várias outras cozinhas internacionais, a cidade ainda conserva parte da sua gastronomia típica.

É o caso da tarte de maçã holandesa que é servida em vários locais e dos vários tipos de pão existentes. Nada como explorar para saborear.

QUERO IR A AMESTERDÃO

Artigos relacionados