Destinos / Férias na Praia

5 dicas para descobrir a Ilha de Djerba a dois

Share this post

Podem até existir várias maneiras de partir à descoberta da Ilha de Djerba na Tunísia, mas a dois é sem dúvida a mais tranquila e romântica, o que possibilita viver uma viagem de sonho inspirada neste Dia dos Namorados que merece ser replicado durante o ano inteiro.

Djerba ou “Ilha dos Sonhos” está localizada na costa mediterrânica a sul da belíssima Tunísia e é considerada a maior ilha costeira do Norte de África, preservando o património histórico de uma ilha que já pertenceu aos romanos. Conhecida pelas suas praias, mercados árabes e mesquitas, segundo uma lenda antiga terá inspirado a “Odisseia de Homero”, uma obra dedicada às aventuras de Ulisses.

Houmt Souk é a cidade mais importante de Djerba e também a capital, que merece uma visita aos seus mercados e cafés sempre animados onde é possível beber um chá de menta e saborear as deliciosas tâmaras. Se está neste momento a questionar-se sobre a melhor altura para visitar a ilha, saiba que poderá fazê-lo em qualquer estação, embora seja melhor dar preferência à primavera e ao verão para fazer praia, e ao início da primavera ou final de outubro se quiser visitar o deserto. Vamos então seguir com as nossas 5 dicas para conhecer uma das mais belas ilhas tunisianas.

DESFRUTAR DAS PRAIAS

Com uma costa de 125 km e um ambiente paradisíaco, Djerba é obviamente procurada pelas fabulosas praias de areia fina e água transparente, com uma temperatura que dá vontade de nunca sair de lá. Aproveite e anote algumas das praias mais conhecidas, a maioria situada na costa leste da ilha:

Sidi Mahrez oferece 17 km de praia decorada com palmeiras e águas mornas de um intenso azul turquesa, sem abdicar dos restaurantes e bares de apoio. A Praia Rass Taguerness é igualmente extensa e ideal para descontrair e relaxar com vista para o Mar Mediterrâneo. A Praia de Aghir é uma das mais turísticas, atraindo os adeptos de desportos náuticos pela grande oferta de serviços. Por fim, a quase intacta Praia de Seguia revela uma beleza natural invulgar que a torna apelativa a passeios românticos e momentos a dois num ambiente paradisíaco.

CONHECER O PATRIMÓNIO

Histórico ou cultural, o património de Djerba conta-nos a história de uma ilha que já pertenceu aos fenícios, aos cartagineses e aos romanos. Em pleno século XV chegou a mesmo a servir de refúgio a piratas. Por tudo isto, oferece uma diversidade cultural muito rica que recomendamos conhecer. Eis dois exemplos imperdíveis.

Comecemos pelo Museu de Guellala onde é possível conhecer as principais tradições de Djerba, nomeadamente acerca do artesanato e cerimónias como a do casamento. No ponto mais alto, com 52 metros de altura, poderá desfrutar da vista panorâmica do museu.

Outra sugestão é a sinagoga El Ghriba situada em Er-Riadh, bem no centro da ilha, e considerada uma das mais antigas do mundo. Estando nesta zona, o mais provável será cruzar-se com os belos exemplos de arte urbana que aqui vão sendo pintados por centenas de artistas.

EXPLORAR OS MERCADOS

Como todos os mercados, os de Djerba revelam-se autênticos pontos de encontro para quem procura conhecer o lado mais típico desta ilha e contactar com as gentes desta terra. Afinal, é nos chamados souks que se descobrem os melhores produtos locais, sejam frutos, legumes e especiarias, ou peças de artesanato como tapetes, mantas, túnicas, cestos ou até joalharia. O importante é regatear para negociar o melhor valor. Sugerimos uma visita aos mercados de Houmt Souk e de Midoun.

VISITAR O DESERTO

Da Ilha de Djerba é possível conhecer o deserto, sendo necessário ir primeiro à cidade de Touzer. Existem várias excursões que fazem este passeio, que inclui uma viagem de 300 km, mas compensa quando nos deparamos com a paisagem árida e infinita do deserto onde poderá andar de dromedário nas dunas.

Para quem é aventureiro, vai adorar andar em viaturas todo-o-terreno e percorrer o percurso do Paris-Dakar, visitar o oásis de Chebika onde existe uma deslumbrante cascata rodeada de palmeiras ou ir até Ong Jemel, onde o filme “Guerra das Estrelas” foi filmado.

IR À ILHA DOS FLAMINGOS

Foto: ©Emmanuel Graindépice

Para os adeptos da natureza, recomendamos uma ida à península de Ras Rmel ou Ilha dos Flamingos, como é conhecida. Além de ser possível passear de barco, fazer uma caminhada, mergulhar nas águas quentes desta zona ou experimentar a gastronomia local, podemos garantir que o pôr-do-sol aqui é tão memorável quanto partilhar esta viagem com a pessoa mais especial da sua vida.

QUERO CONHECER A ILHA DE DJERBA

Artigos relacionados