Lifestyle

Viaje através do paladar: 3 receitas simples!

Share this post

Para muitas pessoas a quarentena tem sido a altura perfeita para revisitar antigas paixões ou até mesmo descobrir novos interesses. Da bricolage à música, passando pela aprendizagem de uma nova língua, muitos são os que têm preenchido o seu dia com um toque de novidade.

A gastronomia tem sido, então, um dos “pratos principais” em matéria de novos hobbies. Sendo os portugueses adeptos confessos de uma boa refeição, não é de admirar.

Neste artigo queremos ajudá-lo a surpreender-se a si (e aos outros) na cozinha, com receitas típicas de outros países. E, sim, são todas muito simples.

Raclette: diretamente da Suíça

O nome deste prato significa raspar, fazendo referência à forma como é preparado.

Aqui o queijo é o rei, de preferência queijos fáceis de derreter como gouda, raclette ou brie. Para fazer este prato idealmente deverá ter uma racleteira (utensílio próprio para derreter este queijo).

Ingredientes: Batatas, queijo, pão, cebola, pickles, cogumelos, presunto/chouriço (carnes frias)

Modo de Preparação:

  1. Lave algumas batatas com casca e coza-as só com um pouco de sal;
  2. Embrulhe em papel alumínio e coloque na parte de cima da racletteira;
  3. Depois da batata ter ganhado alguma cor, coloque-a no prato. Uma média de duas batatas por pessoa;
  4. Coloque o queijo na racleteira, derreta-o e raspe-o para cima das batatas;
  5. Por fim, coloque a sua criatividade e gosto sobre o prato. Pode acompanhar com cogumelos, pickles e salame. E, claro, muito pão!

A raclette é uma ótima experiência para desfrutar em família, tanto numa tarde de petiscos, como refeição principal, ou até mesmo numa versão mais light, como entrada.

Goulash: da Hungria para o conforto da sua casa

O goulash é aquela comfort food que aquece a alma. Esta receita, de origem húngara, é também popular na Áustria, Alemanha e em muitos outros países do Império Austro-húngaro.

No entanto, a receita que aqui vamos partilhar é a mais tradicional e vem da Húngria.

Ingredientes: 1 kg de carne bovina, 50 g de banha, 3 cebolas, 2 batatas, 2 tomates maduros, 1 pimenta vermelha, 2 colheres de sopa de pimentão (colorau), 1 colher de chá de pimenta caiena, Sal, Pimenta, 2 litros de caldo de carne, Farinha de trigo

Modo de Preparação:

  1. Prepare a carne, retire as gorduras e corte-a em cubos, com sal, pimenta e farinha de trigo. Após este preparo, reserve a carne;
  2. Aqueça a banha numa panela de fundo grosso. Depois de derretida, acrescente a carne e deixe dourar por alguns minutos em lume alto, mexendo para fique dourada uniformemente;
  3. Tape a panela para evitar que a carne perca os seus sucos naturais;
  4. Separe a carne e reserve-a;
  5. Na panela, refogue a cebola picada em tiras finas, em lume médio, até ficarem macias;
  6. Adicione o tomate descascado e cortado e o caldo de carne;
  7. Aqueça e acrescente a carne com os sucos naturais que esta soltou, o pimentão, a paprica picante e a pimenta vermelha;
  8. Tape e deixe ferver durante duas horas, ou até a carne ficar bem macia;
  9. Adicione as batatas descascadas e cortadas.

Scones – de Inglaterra, Escócia ou Irlanda. Sempre com chá!

Apesar dos scones serem quase sempre associados a Inglaterra, a sua origem é incerta. Podem também ser naturais da Escócia ou Irlanda.

A simplicidade destes “pãezinhos” doces fazem deles a escolha mais do que perfeita para um lanche de fim de tarde.

Ingredientes: 9 colheres de sopa de farinha, 2 colheres de sopa de manteiga, 2 colheres de sopa de açúcar, 1 colher de sopa de fermento, 2 gemas e 1 clara, 1 pitada de sal, 1/2 xícara de leite.

Modo de Preparação:

  1. Sobre uma tábua, mistura-se a farinha, o fermento e a manteiga;
  2. Depois de tudo bem misturado incorporam-se-lhe as gemas, a clara, o sal e o açúcar dissolvido no leite;
  3. Leva-se ao forno pré-aquecido a 180º por aproximadamente 10 minutos, num tabuleiro untado com manteiga e polvilhado com farinha;
  4. Corta-se a massa em forma de bolas pequenas;
  5. Pode deliciar-se com o scone na sua versão mais simples – ao natural. Ou abra-o ao meio e coloque manteiga e/ou compota caseira de morango.

Ficou com apetite? Então a solução é simples: experimente estas receitas muito fácies e viaje. Viaje muito!

Artigos relacionados