3 destinos no mundo para conhecer neste outono

Top Atlântico / Publicado a
Prestes a iniciar no dia 23, o outono trará consigo dias mais curtos e temperaturas ainda amenas durante o dia, assim como outras tonalidades e sensações. Ideal para quem aprecia viajar num ambiente mais tranquilo, longe da euforia do verão e dos dias mais frios do inverno. Neste meio-termo, encontram-se grandes oportunidades de conhecer destinos a preços mais acessíveis, agora que estamos na época baixa. Ora aqui ficam três recomendações.

ISLÂNDIA

Na “terra do gelo e do fogo”, a existência de glaciares contrasta com os vulcões ainda em atividade. Um cenário que faz da segunda maior ilha da Europa um destino único no mundo. Entre as grandes atrações na Islândia, destaca-se a aurora boreal. Um fenómeno impressionante que acontece nos meses de outubro a março, altura onde também é possível banhar-se nas águas quentes das termas naturais. Na capital Reykjavík, uma cidade rica em história e cultura, a oferta de entretenimento é para todas as idades e gostos. Inspirado?

ITÁLIA

Este é um daqueles casos que concentram num só destino vários lugares especiais, mas hoje iremos concentrarmo-nos na Toscana. Uma região da Itália Central cuja capital é a famosa e linda Florença. No outono, a ideia será aproveitar a época das vindimas e dos festivais em homenagem às várias colheitas que acontecem nesta altura do ano. É o caso das castanhas, cogumelos, abóboras e azeitonas, embora mais no final da estação. Entre visitar Florença e todos os monumentos que a tornam especial, e ir para o campo deliciar-se com as zonas vinhateiras e a gastronomia típica, será uma viagem memorável.

JAPÃO

Chegamos finalmente ao Japão, a Terra do Sol Nascente, um dos destinos que já sugerimos para celebrar a primavera e a sakura – a floração das cerejeiras. Porém, o outono proporciona um outro espetáculo da natureza igualmente bonito, o Koyogari. É quando as folhas desta estação, denominadas koyo, se vestem de cores douras e avermelhadas, dando-se uma explosão de cores nas árvores que caracterizam o país e em especial o Monte Fuji, a oeste de Tóquio. Considerada a montanha mais alta da Ilha de Honshu e o ponto culminante do Japão, com os seus 3776 metros. Venha daí, deslumbrar-se com este fenómeno e divertir-se no Festival das Folhas de Outono de Fujikawaguchiko.